Quero ser um voluntário

Pergunte-se por que você deseja ser voluntário?

As respostas devem partir de necessidades suas para ajudar outras pessoas e não de outras pessoas;

As inscrições acontecem de março a outubro;

Na AMO, você pode trabalhar como voluntário, assinando um termo de adesão ao trabalho voluntário e seguindo as normas da associação;

Você passará pelo acolhimento de uma de nossas voluntárias e da psicóloga, que preencherão seu cadastro;

Assim, você terá seu talento identificado com as necessidades da associação;

Você será encaminhado (a) para o acompanhamento de um voluntário (a) – mais experiente – para participar de algum projeto de acordo com sua disponibilidade;

E participará de uma capacitação para conhecer a AMO, que acontecerá quando houver mais de 10 (dez) novatos inscritos;

As atividades desenvolvidas pelo voluntariado geralmente acontecem de segunda a sexta-feira e em horário comercial;

É obrigatória a participação de todos os voluntários no Projeto Criando Laços (reunião mensal dos voluntários com a Diretoria Executiva). Os encontros acontecem uma vez por mês no período da tarde, das 15 às 17 horas. E está prevista no Estatuto da associação. Caso surja impossibilidade de comparecimento, o (a) voluntário (a) deverá comunicar com antecedência para que conste sua ausência como justificada na ata da reunião;

Em todas as atividades, o (a) voluntário (a) deverá comparecer devidamente uniformizado e portando o crachá;

O trabalho voluntário é desenvolvido por jovens ou adultos que, por interesse e vontade própria, dedicam parte do seu tempo, sem remuneração alguma para desenvolver atividades voltadas ao bem-estar dos outros;

No Brasil, o trabalho voluntário é definido pela Lei nº 9.608, de 18 de fevereiro de 1998;

O serviço voluntário não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim;

Do voluntariado, espera-se:

• Ética
• Dedicação.
• Disciplina.
• Disponibilidade.
• Desprendimento.

O voluntário precisa ser um agente de solidariedade e de inclusão social;

A AMO desenvolve várias frentes de trabalho, onde o voluntário é fundamental para o desenvolvimento e manutenção da assistência prestada à pessoa com câncer e de seus familiares, acompanhantes ou cuidados;

O trabalho voluntário não compete com o trabalho remunerado e nem com a ação do Estado. Sua função não é tapar buracos, nem apenas compensar carências. Por isso mesmo, e contrariando a opinião de certas pessoas e entidades, o voluntariado é uma ação duradoura e com qualidade.