Lideranças femininas de Sergipe participam de conferência nacional sobre o combate do câncer da mulher

10/08/2017

A Associação dos Amigos da Oncologia – AMO e a Assembleia Legislativa de Sergipe enviaram duas fortes lideranças femininas a São Paulo para participarem nesta quinta-feira, dia 10 de agosto, da I Conferência Nacional de Prefeitas e Governadoras e VII Conferência Nacional de Primeiras-Damas, realizadas pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama – Femama.

O objetivo da Federação é capacitar lideranças locais sobre o empoderamento feminino, custo social do câncer, registro compulsório e leis de acesso de diagnóstico e tratamento. Para isso, as enfermeiras Alda Maria Santos (voluntária da AMO) e a deputada estadual de Sergipe Goretti Reis representam as duas instituições sergipanas e discutem, em conjunto, a necessidade de atendimento qualificado e de tratamento ágil e adequado para o câncer da mulher.

A deputada estadual Goretti Reis abraça a luta de combate ao câncer feminino e, por isso, já disponibilizou o seu mandato em favor da causa. “A luta contra o câncer feminino, seja ele de mama ou de colo de útero, é uma bandeira não só política, mas particular também. Estou aqui para contribuir como mulher e como liderança política sergipana”, afirma a parlamentar.

ENGAJAMENTO SOCIAL
Ao sensibilizar e orientar representantes femininas com palestras e atividades práticas sobre as reais possibilidades de influenciar a sociedade civil e promover a urgência da criação e aplicação de políticas e programas de saúde, a Femama pretende melhorar o cenário do câncer e a saúde das mulheres brasileiras.

Para a voluntária da AMO Alda Maria Santos, esta é uma excelente oportunidade de aprendizado e militância. “A federação vai nos incentivar a desenvolver um documento, com o apoio de uma consultoria estratégica, para aplicar ações locais que serão reunidas em um mapa digital”, contou a enfermeira com entusiasmo.

Com a parceria da Femama, a AMO já realizou duas audiências públicas na Assembleia Legislativa de Sergipe para debater o acesso a tratamentos inovadores a mulheres com câncer de mama metastático. Além disso, com o apoio da deputada Goretti Reis, enviou proposta de criação de uma subcomissão de oncologia na Assembleia e a criação de um projeto de lei para a notificação compulsória do câncer.

SOBRE A AMO
Com mais de duas décadas de fundação, a Associação tem como missão prestar assistência social e de saúde a pessoas com câncer em situação social vulnerável. Crianças, adolescentes, adultos e idosos, oriundos de todo o estado de Sergipe e de estados da Bahia, Alagoas e Pernambuco, recebem apoio e cuidado integral.

Cerca de 3.900 pessoas com câncer já foram assistidas pela Associação. Hoje, 2.129 pessoas com câncer estão com cadastro na associação. Desse total, 1.488 são mulheres, sendo 774 com câncer de mama e 223 com câncer de colo uterino, em diferentes estágios da doença.

PARTICIPAÇÕES
Diversas lideranças femininas e ONGs de todas as Regiões do Brasil estão participando das conferências da Femama. Além da AMO, o Movimento Mulheres de Peito (que filiou-se recentemente à federação) participa do evento e representa também Sergipe para fomentar ações e estratégias locais.

Skip to content