AMO ABRAÇA CAMPANHA MUNDIAL ‘HEPATITE ZERO’ E DISPONIBILIZARÁ 150 TESTES RÁPIDOS NESTA TERÇA-FEIRA 27

23/08/2019

A Associação dos Amigos da Oncologia – AMO abraçou a campanha mundial Hepatite Zero – um projeto de erradicação do Rotary Internacional – e, para isso, vai realizar nesta terça-feira, dia 27 de agosto, cerca de 150 testes rápidos para o diagnóstico precoce da Hepatite C.

A campanha é voltada principalmente para homens e mulheres acima dos 40 anos (faixa de idade de maior prevalência da doença) e tem como objetivos ampliar a conscientização da população em relação à doença, advogar pela causa e criar meios eficazes de cura para os portadores de hepatites virais.

Os testes rápidos utilizarão como método a “imunocromatografia de fluxo lateral” e serão realizados com coleta de sangue por punção digital. A duração de cada teste é menor que 20 minutos e a leitura de resultados é feita entre 5 e 20 minutos.

Os interessados em fazer o teste rápido deverão se dirigir à sede da Associação (localizada na Rua Permínio de Souza, 270, bairro Cirurgia, em Aracaju), em horário comercial, de 8h às 12h e de 13h às 18h, munidos de documentos de identificação e comprovante de residência.

A ação social é uma realização do Rotary Internacional e da Associação Brasileira dos Portadores de Hepatite – ABPH. Em Sergipe, conta com o apoio do Rotary Clube Aracaju (Jardins), da AMO e da Escola Técnica de Enfermagem Dr Augusto Leite.

NÚMEROS DAS HEPATITES VIRAIS
De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde – OMS, as hepatites virais causam 80% dos casos de câncer de fígado, são 80 vezes mais infecciosas que o HIV/AIDS e, por isso, são consideradas atualmente a maior epidemia da humanidade.

No mundo, 328 milhões de pessoas estão contaminadas com as hepatites B e C sem ter conhecimento e, a cada ano, 1,5 milhão de pessoas morrem em decorrência dessas infecções.

No Brasil, cerca de 3 milhões de brasileiros estão contaminados com as hepatites virais. Em 2016, 657 mil casos foram notificados. Mais de 66 mil pessoas já morreram por causa das hepatites virais. E um em cada três transplantes de fígado decorrem de complicações da hepatite C.

REDUÇÃO DE RISCOS
Para reduzir os riscos de contaminação das hepatites virais, algumas atitudes são necessárias: vacinar-se contra a Hepatite B; fazer testes rápidos para saber se tem hepatite; preferir ter relações sexuais com o uso de preservativos; exigir das autoridades públicas de saúde os testes em transfusão de sangue;

Não compartilhar seringas e agulhas; evitar compartilhar escovas de dentes e lâminas de barbear; conferir se os materiais usados em injeções, tatuagens e piercings são descartáveis; e levar utensílios individuais, devidamente higienizados, ao ir à manicure ou pedicure.

SERVIÇO
O QUÊ: CAMPANHA HEPATITE ZERO – 150 TESTES RÁPIDOS PARA O DIAGNÓSTICO DA HEPATITE C
QUANDO: NESTA TERÇA-FEIRA, DIA 27 DE AGOSTO, DE 8H ÀS 12H E DE 13H ÀS 18H
ONDE: ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DA ONCOLOGIA – AMO (RUA PERMÍNIO DE SOUZA, 270, BAIRRO CIRURGIA, ARACAJU)

* Imagem: Divulgação da Campanha Hepatite Zero

Skip to content