AMO APOIA CAMPANHA NACIONAL ‘DEZEMBRO LARANJA’ E ALERTA SOBRE OS CUIDADOS NO VERÃO E A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO DO CÂNCER DE PELE

23/12/2022

Com a chegada do verão, a incidência da radiação solar sobre a pele humana e o risco de se desenvolver um câncer de pele aumentam significativamente nos próximos três meses da estacai mais quente do ano. Por isso, a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) apresenta pelo oitavo ano consecutivo a campanha “Dezembro Laranja” e recomenda a todos o uso de chapéus, de óculos escuros, de filtros solares, bastante hidratação e muito cuidado com a exposição solar das 10h às 16h.

Enquanto associação de apoio e assistência a pessoas com câncer, a Associação dos Amigos da Oncologia – AMO abraça a campanha nacional de conscientização e prevenção do câncer de pele para alertar a população sobre os principais sinais e sintomas da doença, bem como para esclarecer sobre os fatores de risco, com o objetivo de prevenir o câncer e promover o diagnóstico precoce e o acesso rápido ao tratamento.

FATORES DE RISCO E SINTOMAS
De acordo com a American Cancer Society – a Sociedade Americana de Combate ao Câncer -, os principais fatores de risco para o câncer de pele são a exposição prolongada ao sol, principalmente na infância e na adolescência, a exposição a câmaras de bronzeamento e a história familiar de câncer de pele.

Lesão de aparência elevada e brilhante, translúcida, avermelhada, castanha, rósea ou multicolorida, com crosta central e que sangra facilmente; mancha ou ferida que não cicatriza e que continua a crescer apresentando coceira, crostas, erosões e sangramento estão entre os principais sinais e sintomas.

Em geral, o câncer de pele pode se assemelhar a pintas, eczemas ou lesões benignas. O diagnóstico do câncer de pele só pode ser dado mediante um exame clínico, realizado por um dermatologista ou por um oncologista, ou mediante biópsia, analisada por um médico patologista. A recomendação é sempre passar por avaliação médica quando surgir algum sintoma ou suspeita da doença.

ESTIMATIVAS
Segundo o Instituto Nacional do Câncer – INCA, o câncer de pele é o de maior prevalência entre os brasileiros, incluindo os casos de câncer melanoma e não melanoma. Cerca de 230 mil casos novos estão estimados para o próximo ano no Brasil, com estimativas consolidadas de 220.490 casos novos de pele não-melanoma e 8.890 casos novos de pele do tipo melanoma.

O Registro de Câncer de Base Populacional do INCA estimou uma incidência para o ano de 2023, em Sergipe, de 50 casos novos de câncer melanoma para cada 100 mil habitantes, sendo 30 casos em homens e 20 casos em mulheres. Já os casos de pele não-melanoma, a estimativa dá conta de 2.080 casos novos para cada 100 mil habitantes, com 1.000 casos novos em homens e 1.080 casos novos em mulheres.

SOBRE A AMO
A Associação é uma organização social sem fins lucrativos que cuida de pessoas com câncer em situação de vulnerabilidade social, em Sergipe, há mais de 26 anos com serviços assistenciais e de saúde. Possui, atualmente, mais de 4.600 assistidos em cadastro ativo entre crianças, adolescentes, adultos e idosos. Somente neste ano, 1.470 pacientes com câncer passaram pela instituição e 694 deles são de casos novos. Desse número tão expressivo de pacientes, há 37 casos de mulheres e homens com câncer de pele melanoma em estágios inicial e/ou avançado.

DEZEMBRO LARANJA
Por iniciativa da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a campanha nacional surgiu em 2014 com ações de conscientização e de prevenção por todo o país com o objetivo de alertar a população brasileira sobre o câncer de pele. Em diversos lugares, a campanha se intensifica com a distribuição de filtros solares e de folhetos informativos, além de mutirões com dermatologistas para exames clínicos e biópsias de pele, assim como com a iluminação laranja de monumentos históricos e turísticos e de centros de saúde.

Skip to content