AMO CELEBRARÁ O PRIMEIRO CASAMENTO RELIGIOSO NA CASA DE APOIO ANNA GARCEZ PARA REALIZAR SONHO DE PACIENTE COM CÂNCER DE MAMA METASTÁTICO

28/08/2019

A Associação dos Amigos da Oncologia – AMO vai celebrar nesta quinta-feira, dia 29 de agosto, a partir das 16h, o primeiro casamento religioso na Casa de Apoio Anna Garcez para realizar o sonho da agente comunitária de saúde Marinalva Santos Oliveira, de 32 anos, de estabelecer comunhão com o trabalhador rural Adalberto Lima de Almeida, de 34 anos, com quem tem três filhos e convive há 16 anos no povoado de Curral dos Bois, município de Simão Dias, distante 100 km da capital sergipana.

O casamento religioso será celebrado pelo pastor Roberto Morais – da Igreja Evangélica Assembleia de Deus. Contará com ambientação, decoração especial e tapete vermelho; noiva de vestido branco longo com véu e grinalda, daminha de honra, madrinhas e padrinhos e alianças. Terá uma recepção e buffet com bolo de casamento, doces e salgados e público estimado em 80 pessoas, entre familiares e convidados dos noivos, voluntários e parceiros da Associação e hóspedes da Casa de Apoio Anna Garcez.

De acordo com a assistente social Conceição Balbino, presidente-voluntária da AMO, é essencial oferecer assistência multidisciplinar a pessoas com câncer em situação de vulnerabilidade social e econômica, mas também é profundamente gratificante realizar os sonhos de quem nunca teve a oportunidade de concretizá-los. “Ao tomarmos conhecimento do sonho de casamento da nossa querida Marinalva, somamos forças e programamos essa cerimônia como manda o figurino. Até a irmã dela que mora em São Paulo virá prestigiar a cerimônia”, conta a presidente-voluntária, notoriamente empolgada.

O RELACIONAMENTO DE MARINALVA E ADALBERTO
Eles nasceram e cresceram na mesma comunidade, no povoado de Curral dos Bois, em Simão Dias. Têm quase a mesma faixa de idade, com diferença de apenas dois anos dele para ela. Estudaram na mesma Escola Municipal Desembargador Gervásio de Carvalho Prata. Ela concluiu o ensino médio, ele não concluiu o ensino fundamental. Com a proximidade geográfica, o encontro foi inevitável e eles iniciaram namoro há 16 anos, mais precisamente em março de 2003, quando ele tinha 18 anos de idade e ela, 16.

Dois anos depois, foram morar juntos e nasceu o primeiro filho, que faleceu em seguida. Hoje, eles são pais de três crianças: dois meninos, um de 12 anos e outro de 9, e uma menina de 3 anos. E mesmo já convivendo juntos há tanto tempo, constituindo família, com um lar e três lindos filhos, Marinalva e Adalberto nunca conseguiram realizar o sonho do matrimônio em razão das dificuldades financeiras, uma vez que a família convive com uma renda per capita mensal de apenas R$ 200.

“Sempre tivemos esse desejo de casar, mas nunca tivemos condições financeiras. Algumas oportunidades de casar nas cerimônias comunitárias surgiram, mas não tínhamos como arcar com roupas, recepção e tantas outras coisas porque o dinheiro sempre foi pouco e temos três crianças para cuidar. Casar sempre foi um sonho antigo e estava bem guardado aqui dentro do meu coração. Eu estou extremamente encantada e agradecida a Deus e a AMO por esse casamento, por todo o cuidado, pela riqueza de detalhes”, confessa Marinalva, bastante emocionada.

“Realmente, é uma grande realização. E a gente se completa demais, em todos os sentidos. O que eu não posso fazer, ela procura fazer por mim. E o que ela não pode fazer, eu faço. Hoje eu digo que o meu trabalho é cuidar de uma moça: ela! E faço com muito amor. Um entende muito o outro. Não lembro um dia nestes 16 anos de briga, de desentendimentos, de ficar sem se falar. Ela é uma mulher mais que especial. E esse casamento vem para abençoar ainda mais a nossa família”, relata Adalberto.

A LUTA INCANSÁVEL DE UMA PACIENTE METASTÁTICA
A agente comunitária de saúde Marinalva Oliveira é paciente oncológica em tratamento de quimioterapia e hormonioterapia no Hospital de Urgências de Sergipe – Huse. Já enfrentou cirurgia, radioterapia e muitas outras sessões de quimioterapia. Possui, atualmente, lesões nas mamas, no cérebro e no fígado. Recebeu o diagnóstico no início do segundo semestre de 2017 quando se submeteu a uma neurocirurgia no Hospital de Cirurgia para retirada de 90% do tumor e irradiação subsequente, com Radioterapia, para os 10% restantes das lesões malígnas. Segundo Marinalva, os sintomas começaram a surgir seis meses antes, mas ela confundiu os sinais com a menstruação e a amamentação do último filho, uma menina recém-nascida na época.

“Sentia muitas dores frequentes, tinha muita enxaqueca e sensibilidade anormal à luz e a cheiros fortes. Sempre acordava vomitando. Fui ao médico, na Unidade Básica de Saúde mais próxima, depois para um especialista. Parei na urgência do hospital diversas vezes até chegar a um neurologista e a um neurocirurgia para fechar o diagnóstico. Com a cirurgia para retirada do tumor no cérebro, uma biópsia foi feita e, pelo estudo imunohistoquímico, o diagnóstico era de câncer de mama como câncer primário. Em seguida, surgiram lesões no fígado e continuo lutando, com sessões de quimioterapia e de hormonioterapia”, explicou Marinalva sobre sua luta incansável contra o câncer.

COLABORADORES
Diversas empresas e profissionais estão colaborando para a realização da cerimônia de casamento. O vestido da noiva, o terno do noivo, as roupas dos filhos, dos padrinhos e das madrinhas ficaram por conta da Elô Noivas, Prenúpcia Noivas, Griff Modas, Mari Moda e Moda Clássica; a maquiagem e cabelo da noiva, da daminha de honra e das madrinhas serão da Ellegance & Cia e Beleza & Cia ; o bolo de casamento receberá a assinatura da cake designer Amanda Bolos; a ambientação, decoração e buquê serão de responsabilidade de Valmir Paes Design Floral.

SERVIÇO
O QUÊ? Celebração de Casamento Religioso – Realização de sonho de uma paciente com câncer de mama metastático
ONDE? Na Casa de Apoio Anna Garcez – Sede da AMO (Rua Permínio de Souza, 270, Bairro Cirurgia, Aracaju/SE)
QUANDO? Nesta quinta-feira, dia 29 de agosto, às 16h

Skip to content