Caminhada das vitoriosas acontece em Aracaju nesta quarta-feira, 14

13/10/2015

Mulheres e homens se vestirão de rosa nesta quarta-feira, dia 14, para participar da Caminhada das Vitoriosas. O objetivo da caminhada é sensibilizar a sociedade sergipana sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. A concentração e saída da caminhada será, às 8h, na sede da Associação dos Amigos da Oncologia – AMO, localizada na Rua Permínio de Souza, 270, bairro Cirurgia. O destino é a praça Fausto Cardoso, no centro comercial de Aracaju, onde serão realizadas ações de conscientização.

O aquecimento dos participantes ficará por conta dos profissionais de educação física do projeto Academia da Cidade, da Prefeitura de Aracaju. Cinco músicos e três bonecos gigantes, do bloco de frevo “Os Rasgadinhos” farão a animação da caminhada. CAMPANHA NACIONAL Junto a outras entidades, a AMO é uma das realizadoras da caminhada e conta com o apoio da Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama – Femama, da qual é associada e representante em Sergipe.

Este ano, mulheres com câncer assistidas pela AMO levarão a faixa da campanha nacional “Para Todas As Marias”, capitaneada pela Femama em todo o Brasil, com objetivo de oferecer tratamento igualitário no SUS a mulheres com câncer de mama avançado. A Unicred Aracaju abraçou essa campanha e patrocinou, a pedido de voluntários e colaboradores da AMO, a produção de 200 camisas com o slogan da campanha para distribuir gratuitamente com as mulheres com câncer de mama atendidas pela associação. PARTICIPAÇÕES Além de voluntários, colaboradores e assistidos da AMO, a caminhada conta com a mobilização da Legião Feminina de Educação e Combate ao Câncer; Associação de Apoio ao Adulto com Câncer do Estado de Sergipe – AAACASE; Grupo de Apoio à Criança com Câncer – Gacc; Lions Clube João Bezerra; Clínica Onco-Hematos. Do Hospital de Cirurgia, da Associação dos Funcionários do Hospital de Cirurgia; da Escola Profissionalizante de Saúde Dr. Augusto Leite; do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador – Cerest; da Secretaria de Estado da Educação; do Sindicato dos Enfermeiros e Sindipema.

Skip to content