Conselho fiscal da AMO garante transparência nas ações

10/07/2015

O Conselho Fiscal da Associação dos Amigos da Oncologia – AMO se reuniu nesta quinta-feira, dia 9 de julho, para analisar as contas da Diretoria Executiva, órgão da administração institucional responsável por todas as tomadas de decisões, assim como pela movimentação bancária e contábil e pelos investimentos. De acordo com o artigo 24, inciso 3º, do Estatuto Social da AMO, os conselheiros fiscais devem se reunir obrigatoriamente todos os meses para análise de prestação de contas, tendo março como o mês oficial para prestar contas do exercício anterior.

Após aprovação das contas pelo Conselho Fiscal, a AMO presta contas com regularidade para a Promotoria de Justiça Especializada em Controle e Fiscalização do Terceiro Setor, do Ministério Público do Estado de Sergipe.

O Conselho é um órgão deliberativo da entidade, composto por seis associados voluntários, sendo três titulares e três suplentes. O órgão é eleito com a Diretoria Executiva, em Assembleia Geral, para mandato de três anos.

Skip to content