MINISTÉRIO PÚBLICO DE SE DOA PARA A AMO CERCA DE 5 MIL ITENS DE ALIMENTOS NÃO-PERECÍVEIS

11/03/2022

A Associação dos Amigos da Oncologia – AMO recebeu do Ministério Público do Estado de Sergipe a doação de 296 cestas básicas que correspondem a exatamente 4.736 itens de alimentos não perecíveis e serão entregues aos pacientes em tratamento contra assistidos pela Associação. A distribuição dos donativos para a instituição social integra uma segunda ação do Projeto Participação Solidária, criado no início da pandemia do coronavírus pelo próprio Ministério Público para minimizar os efeitos do isolamento social.

Cada cesta básica possui 16 itens de alimentos não perecíveis, a listar: 1 kg de arroz; 1 kg de feijão; 1 kg de farinha de mandioca; 1 kg de açúcar; 1 pacote de macarrão; 1 lata de óleo de soja de 500 g; 1 kg de sal; 1 pacote de cuscuz; 1 pacote de café; 1 lata de molho de tomate; 2 pacotes de coloral; 1 garrafa de vinagre; 1 goiabada; 1 lata de sardinha; e 1 pacote de biscoito cream-cracker. Cada cesta básica recebeu baixa na Associação com o valor de R$ 51,90 e a doação de 296 cestas gerou um valor total de R$ 15.362,40.

PARCERIA COM O MPT
De acordo com a servidora pública Cristiane Barreto Paiva, coordenadora da Divisão de Serviço Social do Ministério Público de Sergipe, uma parceria foi firmada no início da pandemia entre o Ministério Público de Sergipe e o Ministério Público do Trabalho, representado pelo procurador-chefe, o doutor Alexandre Magno Moraes. Essa cooperação possibilitou que os valores das multas em pecúnia de empresas condenadas pelo MPT em ações trabalhistas fossem repassadas para o Ministério Público Estadual adquirir cestas básicas e realizar as respectivas doações.

“Desde o início da pandemia, os dois ministérios firmaram essa parceria que perdura até hoje. Em caráter de emergência, atendemos inicialmente pessoas em situação de rua, comunidades carentes, unidades de acolhimento de crianças e idosos e trabalhadores mais impactados diretamente com a pandemia, a exemplo dos garçons e cabeleireiros. Agora, decidimos contemplar as instituições sociais. Como o Ministério Público conhece de perto a seriedade da AMO, não poderia deixá-la de fora”, explicou Cristiane Paiva, da Divisão de Serviço Social do MP/SE.

SAIBA MAIS
Por cuidar e assistir crianças, adolescentes e jovens com câncer, a Associação foi também uma das instituições sociais escolhidas pelo Centro de Apoio Operacional da Infância e da Adolescência – CAOPIA, coordenado pela promotora de justiça Talita Cunegundes, que há alguns anos abraça campanha de conscientização e combate o câncer infanto-juvenil no estado de Sergipe, sempre nos meses de fevereiro para lembrar o Dia Internacional de Combate do Câncer Infantil. A propósito, o projeto Participação Solidária do Ministério Público Estadual está sob a responsabilidade do CAOPIA e conta com o apoio da Divisão de Serviço Social do órgão ministerial.

(ASCOM/ AMO)

Skip to content