Sergipe ganhará a primeira clínica particular de radioterapia

13/03/2017

Representantes da Associação dos Amigos da Oncologia – AMO foram convidados, no início deste mês de março, pelo médico radioterapeuta William Soares – cancerologista e radioterapeuta – para uma visita pré-inaugural de cortesia à primeira clínica privada de radioterapia de Sergipe, a Clínica de Radioterapia e Imagem – Clinradi.

Formada por seis sócios e com um corpo clínico de 20 oncologistas, a Clinradi oferecerá a terapia da mais alta qualidade com a promessa de não só tratar pacientes particulares e conveniados a planos de saúde, mas de também estender o tratamento para pacientes SUS dependente com a inclusão da clínica no rol de empresas que recebem incentivo tributário estadual.

Na contrapartida desse incentivo fiscal, a clínica terá um contrato de garantia de vagas a pacientes do SUS e do Ipesaúde. “Sergipe terá a mesma radioterapia dos grandes centros do mundo, semelhante à do Hospital Albert Einstein ou ao Sírio-Libanês. Daremos esse presente ao povo sergipano e queremos mudar a realidade do estado, diminuindo a fila de espera existente hoje”, garante o médico.

SOBRE A CLÍNICA
Construída em uma área de 2.935,5 metros quadrados no bairro Jardins, em Aracaju, a Clinradi teve investimento total de R$ 40 milhões e contou com financiamento do Banco do Nordeste. Seus aparelhos de radioterapia são de fabricação sueca e os aceleradores ingleses, o que garantirá o funcionamento das máquinas por elevada duração e com tempo mínimo de parada.

Possui dois andares, elevadores, duas salas de radioterapia (braquiterapia e teleterapia) a controle remoto e sem risco de contaminação, uma sala de tomografia, consultórios, medicina nuclear e um aparelho de PET-CT (PET, tomografia por emissão de pósitrons e CT, tomografia computadorizada), cuja tecnologia é a segunda na América Latina, para identificação precisa de células tumorosas em qualquer área do corpo.

SONHO ANTIGO
Após anos exercendo a medicina no Hospital A.C Camargo, em São Paulo, onde se especializou, tendo passado pelo Instituto de Radioterapia de São Paulo, pelo Hospital do Servidor Público Estadual e pela Casa de Saúde Santa Marcelina (ambos no mesmo estado), William retornou a Aracaju com o sonho antigo de fundar uma clínica de radioterapia em Sergipe. Antes de realizar esse sonho, ele fundou o Instituto de Oncologia San Giovanni, que administra há quase 20 anos.

Skip to content